Subversa

açúcar pra mosca num café | Marcia Plfeger (Curitiba, PR)


você fala tanto tanto tanto

quanto as moscas zumbem zumbem

sem parar

………………..penso “será nervosismo, querido?”

………………..“será que sabe que gosto de você?”

………………..e você continua as palavras sem trégua são

………………..as melhores rotas de fuga

 

eu espero o instante exato

………………..“em algum momento a mosca vai parar” penso

………………..penso o quanto é sutil derrubar

……….um pouco de açúcar na mesa às

vezes nem se nota…

as moscas percebem

………………..……….essa que você desata sem limites pela boca

 

uma pausa uma vírgula um fôlego e

descansa de súbito na toalha no açúcar

………………..………………..lanço minha língua certeira de camaleão

………………..………………..prendo você num beijo

 

agora me olha surpreso e está calado amor calado

nem mais um sinal de vida nenhuma pala-

vra zunindo alvoroço nas paredes

um silêncio com cara de mosca morta você

vai embora calado amor calado

 

                                a mosca de sua boca agora

ricocheteia frenética dentro de mim

………………..………………..mais viva que nunca mais viva

 

………………..………………..do  que nunca.


MARCIA PFLEGER é escritora, tradutora e jornalista brasileira. Em 2015, lançou seu primeiro livro, Caneca de Café com Versos  (Editora 7Letras). Tem poemas e contos publicados em diversas revistas, sites e jornais de literatura. | marciapfleger.escritora@gmail.com

 

Sobre o Autor

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367