Subversa

Ainda tem espaço pra poemas de amor? | Júlio Barbosa Valentim Neto (Currais Novos, RN)


Junto as mãos no peito
Forço palavras que te expliquem
Como em uma oração

Pra um Deus que existe
Diante da minha visão
Um Deus palpável

Busco na multidão
Seguidores que me ajudem carregar
Esse tanto de paixão

Não foi feito pra uma pessoa só
Então te ergo nas mãos
E caminho gritando

Em uma procissão solitária
Em sua homenagem
Carregando meu coração

Em um andor de amor
Perdido, sem salvação
Te expressando pra todos


JÚLIO VALENTIM BARBOSA NETO (Currais Novos, RN, 1997) | Procura, através das letras, dar suficiência à vida.

 

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367