Subversa

Editorial Vol. 7 | n.° 3 | setembro de 2017

Versão premium (para assinantes)

“O que aprendi é que não há seres absolutos, e que o mundo é contido pelos muros que nos esperam”.

Maria Gabriela Llansol, Um Falcão no Punho.

Mesmo partindo da dualidade como matéria-prima de trabalho, as características da arte permitem a existência de uma terceira, quarta ou quinta margem como forma de conhecer a realidade. O artista leva tão a sério a presença de seu duplo, que, entediado, vai descobrir dentro dele maneiras de multiplicá-lo: funda mundos no mundo.

A ideia de dar forma aos conjuntos binários da vida, na experiência artística, vai além de preencher e contornar linhas. O escritor pode preencher e contornar, mas pode apagar, desviar ou esfacelar as linhas que se preservam ou se aniquilam em si e na percepção que tem do mundo.

A literatura e toda a experiência artística brincam com a rigidez e a totalização que o duplo tem em si. O número de personalidades que o artista assume não dirão nada sobre a dissolução do seu eu. Nesse ponto, arte e lógica matemática não condizem, posto que muitos muros já foram abaixo quando temos nas mãos o objeto artístico.

Aqui um conjunto de múltiplos outros formam mais um número da Subversa, que não passa de uma multiplicidade terceira, em estado de abertura radical, para que os escritores cheguem e configurem este número, encabeçado pela loja aberta e fechada que Vinícius Nakandakari fotografou. Algumas linhas vão nos dando contorno, mas sempre nos transformando em outra coisa.

Desejamos uma boa leitura a todos.

As editoras.


ALEXANDRE COSTA | CANTO LIMPO

CLÁUDIA KÖVER | DEVERÍAMOS SER DEUSES

GERALDO LAVIGNE DE LEMOS | DL50

GIOVANE ADRIANO DOS SANTOS | CONFISSÃO

GRINGO CARIOCA | A QUEM

HEBE SANTOS | A BRUXA DOS VENTOS

JUNIOR BONFÁ | EU DEVENHO-ME

KELI C. PACHECO | O CÉU DE PANELAS

LETÍCIA CARVALHO | QUANDO SE ACORDA TRISTE EM UM FINAL DE SEMANA

RAMON CARLOS | SINAIS


Fotografia de Capa: Vinicius Nakandakari  (Bauru, São Paulo).

Influenciado pelo pai e tio, Vinicius Nakandakari sempre foi fascinado por observação e fotografia. Foi após mudar-se para Santa Catarina onde passou a compreender a fotografia não mais como hobby mas como forma de expressão. Foi durante a graduação em Design de Produto que teve a oportunidade de estudar a fotografia através da realização de leituras, discussões, oficinas e eventos. | vinicius.nakandakari@gmail.com | Instagram: @VNAKANDA

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367