Subversa

Editorial Vol. 7 | n.° 7 | novembro de 2017


Assine e leia a versão deste número em pdf. Com um plano de R$36,00, você recebe em casa os Cadernos de Poesia e Prosa (números anteriores compilados em dois impressos)

“ARTE DE INVENTAR OS PERSONAGENS

Pomo-nos bem de pé, com os braços muito abertos e olhos fitos na linha do horizonte
Depois chamamo-los docemente pelos seus nomes e os personagens aparecem”

Mário Cesariny, Manual de Prestidigitação

 

O mundo ficcional é uma fatalidade. A inspiração, este “soprar para dentro”, pode vir também com uma terrível fuligem de poeira, de concreto desmontado, escombros de guerra ou umidade pesada no ar.

A verdade é que o poeta, de braços abertos para ser soprado, corre o risco, às vezes, de ser arrastado. O ar seco pode deixar o artista com coceira na garganta, sem voz, ou, pior ainda: com uma tremenda amigdalite. O mundo é material do poeta. O corpo, seu instrumento e sua fatalidade final.

A resistência lúcida diante da expressão do fatal e do perplexo é uma linha em comum que reúne os textos deste número. Se a ficção tem mais força do que a realidade, então temos um conjunto de textos hiper-fatais, cuja permanência resiste muito mais do que um sopro. Estão mais para um furacão, como pode sugerir a obra de Ana Ladeiras.

“Falta o sopro” (Helena de Andrade), “eu espero o instante exato” (Marcia Pfleger), “você de novo por aqui?” (André Mellagi). A visita da fatalidade é maravilhosa. É tudo o que o poeta quer.

Desejamos a todos uma boa leitura.

As editoras


Clique nos textos para ler:

ANDERSON FREIXO | Fatalidade

ANDRÉ MELLAGI | Antolhos

CARLOS BARTH | Marcelinho

DAGUITO RODRIGUES | Uma Festa para Mário

FÁBIO AMARO | Carranca

FRANCIELI BORGES | Um olho esplêndido

GIOVANE ADRIANO DOS SANTOS | Em qualquer rua do mundo

HELENA DE ANDRADE  | Sangue

MARCIA PFLEGER | Açúcar para mosca num café

MARIA JOÃO TORRES | Tenho três vidas. Será?


Ilustração de Capa: Ana Ladeiras (Porto, Portugal) | ana.ladeiras@gmail.com

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367