Subversa

Ficção Científica | Nayara Moreira (São Paulo, SP, Brasil)

Fotografia Vinicius Nakandakari

Fotografia Vinicius Nakandakari

Chuva de verão santa imaculada

baixa nas casas perecíveis de tantos

melhores que você e eu

A pele se esfrega nos móveis

já brilhantes de adeus e água

que tomba do céu, tomba dos olhos

Embaixo de chuva, mulheres

de todas as idades

ainda! sonham com Chico Buarque,

mesmo que as nuvens cinzas em

nada! combinem com os olhos verdes

Abraços menos ariscos acontecem

quando meu corpo fica assim

molhado

de trovoadas, de lágrimas, de raios

Pouco acontece em tardes chuvosas

dominicais. Nenhum sopro,

além do frescor que vem

da curva da rua e afunda

em minhas costas

Ninguém nota a contradição entre

o dilúvio do momento

e

a secura destes versos

Estarei um dia livre da acidez da cidade

e destas descrenças sem vida?


NAYARA MOREIRA nasceu em São Paulo, em 18 de maio de 1987. É formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Trabalha como professora de língua portuguesa e editora. Foi uma das vencedoras do Prêmio Off Flip de Literatura 2015, com conto que será publicado em coletânea em 2016. | NAYARAMOREIRAF@GMAIL.COM

Marcado com:

Sobre o Autor

1 Comentário

  1. Monica 11 de novembro de 2018 em 19:33

    Me gusta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367