Subversa

debaixo da pele também resido no instante em que resisto | Fabíola Weykamp


“gente é para brilhar,
não para morrer de fome”
Caetano Veloso

tem sido crescente
a ânsia

uma vontade súbita de voltar
mas outra maior ainda de seguir adiante

tem sido pesado
outubro é o mês dos nervos

quero aço mas também coração
sobretudo foice para cortar de vez
tudo o que não deve vingar
em minha terra

a terra onde tenho enfiado as duas mãos
para arar como quem tece manhãs no labor
e ver nascer a esperança
no seio do meu lar

mas tem sido crescente
a instabilidade
não manter portas abertas
e deixar os punhos cerrados
quando se vai comprar o pão

atenção a todo instante
ao dobrar uma esquina

atenção, menina
minhas mães me alertam
no jornal pelo telefone
nos artigos e nos ensaios acadêmicos
antes mesmo de eu acordar

na poesia, a ânsia ainda é vista
e tem crescido um temor
que nunca experimentei em vida

temo por nós,
temo pela literatura que ainda está para nascer
em nome das que já estão aqui

não quero deixar de existir
de crer na juventude
de deixar crescer a esperança

quero poder respirar aliviada 
no domingo
quero poder te ver respirar aliviado
no domingo

quero poder ver meus meninos
amarrando os cadarços sozinhos

quero poder escrever outros poemas
sentindo a febre apenas da poesia
sem precisar esconder debaixo da pele
meu direito de continuar viva

“mas não agonizes, criança/ que esse vento de tormenta/
passará de aviso pelos teus cabelos/
antes mesmo de que precises lembrar/
do caminho de volta para casa
abraçar teus pais e reencontrar teus irmãos”


FABÍOLA WEYKAMP tem seu primeiro livro de poemas “Resenhas da solidão – um livro de poesia e dor cotidiana”, publicado pela Editora LiteraCidade, Belém/PA, 2015; obra ganhadora do Prêmio LiteraCidade Jovem, 2014. É colunista da Revista Subversa e acaba de publicar “Ensaio sobre a Solidão”, pela Editora Penalux. | FABIWEYKAMP@YAHOO.COM.BR | Clique aqui para ler mais textos da Fabíola.

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367