Subversa

Indolente | Um Lírio sobre os Olhos

Ilustração de Marilia Moser


Os ramos do freixo distendem-se
só para nos vestir com a frescura
deles vertida, rio de sombra
secando na hora em que o sol
soberano reina por seus domínios.

Que no peito se aninhe o odor
das areias que o vento guardou
desde as orlas dum mar de vidro,

que a tontura do dia cresça
e na sonolência dos instantes
um silêncio de flor
louve a inocência dos pássaros.


PEDRO BELO CLARA nasceu em Lisboa, Portugal. Um ocasional prelector de sessões literárias, actualmente é colaborador e colunista de diversas publicações literárias portuguesas e brasileiras. O seu último trabalho foi dado aos prelos sob a epígrafe de “Quando as Manhãs Eram Flor” (2016). É o autor dos blogues Recortes do Real, Uma Luz a Oriente e The beating of a celtic heart

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367